26 setembro, 2010

Por que brigamos com quem amamos? (parte 1)


A pergunta que não quer calar é: 
Por que brigamos com quem amamos? 
E a resposta invariavelmente é a mais complexa e simples ao mesmo tempo. 
Casais de namorados trocam carinhos e beijos, gentilezas e mimos.Tudo leva a crer que é um casal perfeito, o próximo passo, o casamento. Mas qual seria o misterioso segredo que ninguém consegue desvendar? Briguinhas bobas, discussões, cara emburada e la ra la ra lá. Eu já vi este filme, e o pior, não foi no DVD, mas sim na tela da minha própria vida, passei por experiências e descobri meios de sobreviver nesta jornada que eu mesma escolhi e decidi: 
o casamento


Muitos livros sobre relacionamento podem te ajudar, como me ajudaram, mas nenhum dele poderá fazer o seu papel. Nos textos de Próverbios, lemos sobre a mulher sábia que edifica a sua casa, e a insensata que, com as próprias mãos, a derruba. Forte isso, não é mesmo? Eu, mesmo crendo na Bíblia e sendo cristã achava que esse era um fardo muito pesado para nós mulheres, algo difícil.
Tentei então com minhas próprias maneiras, resultado: desentendimento, aborrecimento, lágrimas, carência, enfim, aquilo tudo que toda esposa sabe, ou já passou.
Pensava que o problema estava no meu marido: ''ele não me ouve'', 
"não conversa", "è distante", e bla bla bla, que todo mundo conhece.
Foi difícil o começo... até que aos poucos, com muita dedicação, e sacrifício e fui vencendo e mudando a história desse filme.
Se quiserem saber um pouco mais da minha experiência e como tudo mudou, não deixe de ler o próximo post dessa série.
Um forte abraço, gika.


Um comentário:

  1. Ai que legal!!!
    Eu vou acompanhar essa novelinha...rsrsrsr
    Bjocas

    ResponderExcluir

Fala, Diva!